A Radiestesia é uma ciência milenar que estuda as vibrações de energia do Universo, do ambiente em que vivemos e dos seres vivos.

A técnica da Radiestesia tem alcançado alto grau de desenvolvimento através de seus profissionais, permitindo realizar qualquer tipo de investigação, de qualquer natureza.

Radiônica estuda a emissão e recepção de ondas à distância utilizando aparelhos ou circuitos pseudoeletrônicas.

Quando detectada e quantificada essas irradiações, são indicadas placas e adesivos que promovem o tratamento de ambientes, bloqueando as energias nocivas para que as pessoas possam viver mais tempo e com mais saúde.

Embora a sua prática tenha acompanhado o homem ao longo da história, segundo alguns pesquisadores, existem desenhos pré-históricos esculpidos em cavernas, de “varas de comando” utilizadas na procura da caça, em relatos bíblicos, como o brotar água das pedras conseguido por Moisés no deserto, utilizando o Dorje (bastão conhecido pelos egípcios), até aos rabdomantes, que utilizavam a vareta de prospecção na idade Média e Renascentista, para procurar veios de água e minerais do subsolo, a palavra radiestesia foi criada apenas em 1892, pelo Abade Bouly. Provém da combinação dos termos RADIUS (latim) que significa radiação e AESTHESIS (grego) que significa sensibilidade, e permite-nos entender o seu significado como a “sensibilidade de um indivíduo para a detecção e utilização das radiações”.

Tudo o que existe e tem forma (vivo ou não), vibra com freqüência própria, produzindo os mais variados tipos de radiação (energia irradiada a partir de um ponto).

A Radiestesia é a ciência que nos permite, através do efeito de ressonância (tudo que vibra, induz vibrações a outros corpos próximos, gerando nos mesmos uma frequência similar no tempo, com menos amplitude), detectar, comparar e classificar estas radiações, indicando qual a melhor forma de aproveitá-las.

Nós temos uma vibração própria exposta constantemente às radiações do meio que nos envolve, podendo esta ser nociva. O trabalho da Radiestesia é recompor a nossa vibração natural, devolvendo a harmonia à vida do ser humano.

A sua ação, segundo pesquisadores como Chaumery, Belizal e La Forrest, processa-se através de sensibilizações provocadas por micro-vibrações que percorrem os circuitos nervosos dos membros superiores do radiestesista, estimulando e produzindo nestes micro-movimentos polarizados e que, aliados a respostas reactivas do nosso inconsciente, se traduzem em oscilações de um pêndulo que funciona como amplificador das radiações receptadas. Este, é o segredo que explica o movimento do pêndulo radiestésico.

A leitura radiestésica recebe dados do inconsciente do operador, que determina os tipos de gráficos, símbolos radiantes, aparelhos radiestésicos, compensadores e artefactos radiantes que poderão ser utilizados para recompor a harmonia e o equilíbrio vibracional naturais do ser analisado.

A Radiestesia é conhecida e utilizada de diversas maneiras, tais como:

Radiestesia Hidromineral – utilizada na prospecção de lençóis freáticos e minerais,

Tele-Radiestesia – desenvolvida por Mermet, faz prospecção à distância, utilizando um mapa, detecta pessoas e objetos desaparecidos como também localiza água no subsolo,

Geobiologia – utilizada na detecção de anomalias telúricas (nós geopatogênicos por exemplo) que tanto contribuem para o surgimento de doenças graves no ser humano, tal como o cancro,

Radiestesia terapêutica – Detecta desequilíbrios no campo vital do ser humano e possui tratamentos realizáveis através de gráficos compensadores e tele-influentes que restauram uma vibração harmoniosa.


Novos produtos

» Nenhuma novidade no momento

Fale conosco

           Não encontrou o produto           desejado, envie-nos um           e-mail.

Telefone:(11) 3926.7289

Enviar e-mail